Notícias YouTube Jan Carle

Mulher invade YouTube, atira em 4 pessoas e se mata nos EUA

Mulher invade YouTube, atira em 4 pessoas e se mata nos EUA

Uma pessoa armada invadiu a sede do YouTube, em San Bruno, Califórnia, nos Estados Unidos, durante a tarde desta terça-feira (03). De acordo com os relatos, tiros foram ouvidos por funcionários, que evacuaram os escritórios com a ajuda da polícia local.

As vítimas incluem uma mulher de 36 anos que cometeu suicídio — de acordo com Ed Barberini, chefe de polícia, também a principal suspeita do ataque —, duas mulheres de 32 (situação crítica) e 27 anos (estável), e um homem de 36 anos (condição crítica). Os detalhes ainda estão desencontrados.

Mulher invade YouTube, atira em 4 pessoas e se mata nos EUA

Mulher invade YouTube, atira em 4 pessoas e se mata nos EUA

A polícia de San Bruno espera entregar as informações de maneira completa e apurada na manhã de quarta-feira (04).

De acordo com o porta-voz do Zuckerberg San Francisco General Hospital, Brent Andrew, uma delas, um homem de 36 anos, está em estado crítico. A empresa Alphabet, dona do Google, confirmou por volta das 13 horas (17 horas em Brasília) que investigava um possível incidente com arma de fogo na sede do YouTube, na Cherry Avenue. Cerca de 1.700 pessoas trabalham no local.

Pouco antes das 17 horas (horário de Brasília), um usuário do Twitter que se identificou como funcionário do YouTube publicou uma mensagem na qual dizia que havia relatos de um atirador no escritório da empresa.

Vadim Lavrusik disse ter ouvido barulho de tiros e afirmou estar fechado em uma sala com colegas. Minutos depois ele acrescentou que já havia sido liberado e estava fora do prédio.

Mulher invade YouTube, atira em 4 pessoas e se mata nos EUA

Lilian Chen, designer do YouTube, disse no Twitter que foi tirada do prédio com as mãos para cima. “Vi gotas de sangue nas escadas pelas quais subo sempre. Estou tremendo. Isso é surreal. Espero que meus colegas estejam bem”.

Um usuário do Twitter que estava em um prédio em frente fotografou a chegada de viaturas e pelo menos um caminhão de bombeiros. Antes de a polícia entrar no prédio em que ele estava e pedir que as pessoas se afastassem das janelas, ele observou funcionários sendo escoltados para fora do prédio do YouTube com as mãos para o alto e viu paramédicos entrando e saindo do local.

O Google afirma que irá fornecer informações oficiais sobre o caso assim que elas estiverem disponíveis.

Lilian Chen, designer do YouTube, disse no Twitter que foi tirada do prédio com as mãos para cima. “Vi gotas de sangue nas escadas pelas quais subo sempre. Estou tremendo. Isso é surreal. Espero que meus colegas estejam bem”.

Um usuário do Twitter que estava em um prédio em frente fotografou a chegada de viaturas e pelo menos um caminhão de bombeiros. Antes de a polícia entrar no prédio em que ele estava e pedir que as pessoas se afastassem das janelas, ele observou funcionários sendo escoltados para fora do prédio do YouTube com as mãos para o alto e viu paramédicos entrando e saindo do local.

Fonte:midiamax
fonte:g1

Sobre o autor | Website

Me chamo Jan Carle. Sempre buscando novos conhecimentos na área de tecnologia, marketing digital e internet, é um prazer te receber aqui...

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.